A VOZ DO MILITANTE: Camarada Eleutério Hivilikwa

“O MPLA DEVE ENCARAR OS DESAFIOS COM O OPTIMISMO DE SEMPRE” Luanda, 16 DEZEMBRO 16 (6ª FEIRA) - A voz de hoje é a do camarada Eleutério Hivilikwa, militante do MPLA, desde 1998.

Médico de profissão, actualmente, ele é secretário de Estado da Saúde do Governo da República de Angola.

Nome? Chamo-me Eleutério Hivilikwa.

Idade? Tenho 43 anos de idade.

Naturalidade? Sou natural de Mupa, município do Cuvelai, na província do Cunene, sul de Angola.

Profissão? Sou médico, na especialidade de cirurgião-geral.

Ocupação? Actualmente, sou secretário de Estado da Saúde do Governo da República de Angola.

Desde quando é militante do MPLA e qual a sua trajectória como tal? Sou militante do MPLA desde o dia 10 de Dezembro de 1998. Ingressei na OPA (Organização de Pioneiros Agostinho Neto) no dia um de Dezembro de 1983, no município do Cuvelai. Ingressei na JMPLA no dia 14 de Abril de 1989, na Ilha da Juventude, em Cuba, onde estudei. Ingressei no MPLA no dia 10 de Dezembro de 1998, em Havana, República de Cuba.

Em que Comité de Acção do Partido (CAP) milita actualmente? Milito, ainda, no CAP do Condomínio e arredores, bairro Caculuvale, comuna de Ondjiva, província do Cunene.

No seu CAP, tem cumprido com as todas as obrigações de militante? Como? Sim. Participando em todas actividades, para onde sou convocado.

Como avalia a prestação do MPLA, na actual fase de luta pelo desenvolvimento e progresso de Angola? A prestação do MPLA é muito positiva, na medida em que está a trabalhar, permanentemente, para a melhoria das condições de vida do povo angolano.

Como o MPLA deve encarar e superar os desafios do presente e do futuro? O MPLA deve encarar os desafios com o optimismo de sempre. Continuar a trabalhar com o povo, porque no povo há grande sabedoria. O povo conhece os seus problemas e pode ajudar na resolução dos mesmos.

Tem ajudado na consciencialização dos cidadãos, na sua área de residência ou não, sobre os seus deveres e direitos de cidadania? Como? Sim. Falando sobre a importância do registo eleitoral e abordando diferentes temas ligados à promoção da saúde e à prevenção da doença. Como exemplo, a importância de mantermos as nossas casas e ruas limpas, a importância do exercício físico e da alimentação saudável.

Já fez a sua prova de vida, para as próximas Eleições Gerais? Já. Foi no dia 30 de Setembro de 2016.

Quais as perspectivas que vê para Angola, volvidos apenas 14 anos desde a conquista da paz definitiva? Vejo Angola com grandes perspectivas para continuar a avançar, rumo ao desenvolvimento. Rumo à melhoria das condições de vida do seu povo. O angolano, por natureza, é batalhador. Nunca se vergou diante de nenhuma dificuldade. Sempre lutou e venceu.

Uma mensagem aos militantes, simpatizantes e amigos do MPLA e ao povo angolano em geral. A minha mensagem, para todos, é a de esperança e confiança no MPLA e no futuro do nosso país. Para os militantes, simpatizantes e amigos, a minha mensagem é de continuar a trabalhar, com dedicação e com a disciplina de sempre, em torno da Direcção do Partido, para o seu engrandecimento. Trabalhar para que o MPLA continue a aprofundar as suas raízes no seio das populações. Trabalhar para que o MPLA seja cada vez mais robusto e sempre vitorioso. Para as populações, a minha mensagem é que continuem a confiar no MPLA, o Partido que, em todos os momentos, esteve com o povo. Nunca abandonou o povo e sempre está a trabalhar para melhorar as suas condições de vida.

PortalMPLA/RF/AB

Comentários

não há comentários.

Fazer um comentário