PONTO DE VISTA: Combate à corrupção está na agenda diária do MPLA

CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v62), quality = 75O Partido “encoraja os órgãos de justiça a continuarem a cumprir a sua missão, salvaguardando os direitos fundamentais dos cidadãos”.

PortalMPLA, 24 JULHO 18 (3ª FEIRA) - O recurso a selectivos e controversos meios de difusão massiva e às redes sociais, para difamar e distorcer os factos, indica o regresso de uma estratégia de um passado de triste memória, de quem sempre aventou cenários macabros para Angola.

Insinua-se, inclusive, que assassinatos que ocorreram, infelizmente, pelo País, nestes últimos meses (com métodos bárbaros, que são de condenar vigorosamente) ou mortes por acidentes de viação prendem-se com a necessidade de não serem revelados eventuais crimes de corrupção e seus autores, como se em Angola estivesse institucionalizada tal prática.

Importa recordar que o combate à corrupção está a ser incentivado pelo próprio MPLA, que pretende que em Angola seja melhorado o que está bem e corrigido o que está mal, augurando que as entidades competentes cumpram o seu papel, com lisura e sentido de Estado.

Se, por um lado, alguns desses comentários injuriosos, contra o MPLA e os órgãos de soberania, são acobertados pelo anonimato e, por outro, são propagados por partidos da oposição com responsabilidade para a manutenção da estabilidade política do País, isso deve preocupar todos os homens de bem.

O sector de justiça não tem sido poupado nessa estratégia, por isso, pasme-se, exercer o seu papel de administrar a legalidade, baseando-se nos factos e na garantia da equidade nas decisões. É sensato que se paute pela ética e pela observância dos mais elementares padrões, que devem regular a sã convivência na sociedade angolana.

O MPLA encoraja os órgãos de justiça a continuarem a cumprir a sua missão, salvaguardando os direitos fundamentais dos cidadãos, no quadro do processo de moralização da sociedade angolana, actualmente em curso.

/DIP CC/EM

Comentários

não há comentários.

Fazer um comentário