HUÍLA: MPLA inicia renovação dos CAP em todo o País

A vice-presidente, camarada Luísa Damião, declarou, nesta 6ª feira (12), na cidade do Lubango, a abertura oficial do processo.

PortalMPLA, 12 ABRIL 19 (6ª FEIRA) – A vice-presidente do MPLA, camarada Luísa Damião, declarou oficialmente aberto, nesta sexta-feira (12) na cidade do Lubango, o processo de realização das assembleias de balanço e renovação de mandatos ao nível das organizações de base do Partido, em todo o País.

No seu discurso inaugural, pronunciado na sala magna do Comité Provincial do Partido, diante de cerca 200 militantes, Luísa Damião transmitiu a orientação da Direcção do Partido, para que todos os órgãos e organismo intermédios realizem, em cada uma das províncias de Angola, actos políticos idênticos com vista a anunciar o arranque deste processo.

A dirigente reputou o decurso de muito sério e de elevada responsabilidade, em que “os militantes a serem eleitos aos cargos de primeiro-secretário e os membros da Direcção do Comité de Acção do MPLA devem ter um bom perfil”.

Nas suas palavras, “as assembleias de balanço e renovação de mandatos nos comités de acção do MPLA e as conferências de balanço nos órgãos intermédios, a realizarem-se neste ano de 2019, vão constituir-se no momento histórico de afirmação da liderança do Camarada Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço”.

Igualmente, “de reafirmação da sua vontade de querer tornar o MPLA num instrumento fundamental de acção política, de apoio e de suporte às transformações políticas, económicas e sociais que ocorrem actualmente no nosso País e, sobretudo, dar corpo ao ambiente de moralização, partindo dentro do próprio MPLA”.

Ainda no capítulo da moralização da sociedade angolana, que a vice-presidente chamou de “grande desafio prioritário, que precisamos de vencer”, anunciou o lançamento oficial, a 20 de Abril corrente, em Luanda, de uma ampla campanha, a decorrer, igualmente, em todo o País.

“Nesta luta complexa, conducente à resolução dos problemas das populações, temos a obrigação de cerrar fileiras e com muita firmeza ao nosso Presidente, o Camarada João Manuel Gonçalves Lourenço, na implementação das reformas que o País necessita e exige, rumo ao desenvolvimento e prosperidade dos angolanos” – sustentou.

/www.mpla.ao

/AB

/Fotos: DG

Veja todas as notícias