2º Colóquio Internacional sobre a História do MPLA valorizará saberes

O porta-voz do MPLA considerou, segunda-feira(2), em Luanda, que um povo sem História não tem sustentabilidade para encarar o presente e futuro.

A história do MPLA é parte importante da História de Angola e da memória colectiva dos angolanos.

PortalMPLA, 2 DEZEMBRO 19 (2ª FEIRA) - A direcção do Partido  realizará o 2º Colóquio Internacional sobre a História do MPLA, de 4 a 6 de Dezembro, para dar sequência ao processo de investigação e divulgação do percurso histórico do maior Partido político angolano.

O Secretário do Bureau Político para a Informação, camarada Albino Carlos, considerou, segunda-feira (2), em Luanda, à imprensa, que o evento pretende abordar os factos e os momentos mais importantes da História do MPLA, no período compreendido de 1975 a 2002.

Destacou como acontecimentos relevantes desta trajectória a Independência Nacional, o processo de construção do Estado Angolano, a instauração da Paz e da Democracia, sem esquecer os momentos dramáticos da Guerra. 

“A História do MPLA espelha o percurso revolucionário de um Partido que assume a vanguarda da luta do Povo Angolano e que, desde a sua fundação, em 10 de Dezembro de 1956, sempre esteve verdadeiramente comprometido com a Independência Nacional e a instauração de uma sociedade democrática e justa para todos os angolanos”, referiu. 

O porta-voz do MPLA considerou que a conferência proporcionará vivências e factos reais para que os jovens e a gerações vindouras saibam o quanto custou a liberdade.

Subordinado ao lema, “MPLA-Uma trajectória de luta e de vitórias”, o 2º Colóquio Internacional sobre a História do MPLA contará com dois mil participantes entre os quais políticos, académicos e especialistas angolanos e estrangeiros, estando aberto a todos interessados, sobretudo aos jovens e estudantes.

Ainda na entrevista colectiva, o secretário do Bureau Político do MPLA para a Informação, ao enumerar os objectivos do encontro, explicou que permitirá enriquecer o conhecimento histórico dos angolanos sobre os acontecimentos e os actores políticos do nacionalismo angolano.

Estas abordagens históricas farão com que os jovens e as gerações vindouras tenham orgulho e admiração pelas referências históricas do País, sustentou Albino Carlos.

Constam ainda dos objectivos, reflectir sobre o legado histórico e o percurso revolucionário do MPLA, contribuindo para o enriquecimento do acervo documental e salvaguarda da memória histórica do Partido.

Neste contexto, o porta-voz do MPLA salientou que á realização  do colóquio pretende registar para a posterioridade os mais importantes acontecimentos que marcaram a História de Angola, contribuindo para preservação da memória colectiva.

Ao concluir citou que o MPLA prepara-se para uma nova etapa da sua vida política, rumo à construção de um futuro melhor para todos os angolanos, “com a força do passado e do presente e imbuídos do espírito de um só povo, uma só Nação”.

Estiveram presentes na conferência de imprensa os membros da comissão técnica do colóquio, o director do Centro de Documentação e Investigação Histórica do Comité Central do MPLA, camarada Artur Júlio, os historiadores Rosa Cruz e Silva e Cornélio Calei, entre outros quadros do Ministério da Cultura.

/HT

/Foto:DG

/www.mpla.ao

 

Veja todas as notícias