Agenda do PR: Aprovação do Plano Director Geral da Província de Luanda

O Camarada Presidente José Eduardo dos Santos orientou, quinta-feira (08), no Palácio Presidencial, uma reunião do Conselho de Coordenação Estratégica.

 

Luanda, 09 OUTUBRO 15 (6ª FEIRA) - O Presidente da República de Angola, Camarada José Eduardo dos Santos, Titular do Poder Executivo, orientou, quinta-feira (08), no Palácio Presidencial, em Luanda, uma reunião do Conselho de Coordenação Estratégica da Província de Luanda, que aprovou o “Plano Director Geral da Província de Luanda”.

Esse plano é um instrumento fundamental para o ordenamento do território e de planeamento urbano e uma resposta, de forma integrada, às necessidades de gestão urbana, visando conferir à cidade de Luanda condições de sustentabilidade ambiental, habitacional, de mobilidade e de crescimento social e económico.

O plano, que tem por objectivo responder, também, às necessidades de crescimento populacional da província de Luanda, prevê a reabilitação dos espaços verdes, a fim de reduzir os riscos de inundação e de epidemias, a delimitação e valorização dos espaços agrícolas, a optimização do uso de solo urbano, a criação de uma rede integrada de transportes públicos e de um sistema de estradas funcional e eficiente.

O Plano Director Geral da Província de Luanda, cuja execução terá a duração de 15 anos, estabelece como princípio preservar o seu ambiente natural e o seu património cultural, o seu carácter urbano e a sua identidade.

Nessa reunião, o Conselho de Coordenação Estratégica da Província de Luanda tomou conhecimento do relatório semestral das actividades realizadas pela Unidade Técnica de Gestão e Saneamento de Luanda e aprovou o seu projecto de macro-drenagem da Cidade do Kilamba.

Do conjunto de actividades realizadas por aquela unidade, destacam-se as obras de construção de macro-drenagem do Suroca, do Cazenga-Cariango e das redes separatórias dos bairros Popular e Terra Nova, a limpeza e manutenção das redes de colectores públicos e valas de drenagem e a construção de quatro pontes metálicas, para assegurar a circulação ao longo dos eixos dos diferentes sistemas de escoamento.

PortalMPLA/CCPR/AB

Veja todas as notícias