BENTO BENTO: Militantes do MPLA devem distanciar-se da corrupção


O secretário do BP para a Política de Quadros encerrou, há dias, em Luanda, um curso sobre os desafios do combate a esse fenómeno. 

PortalMPLA, 18 ABRIL 18 (4ª FEIRA) – O secretário do Bureau Político do MPLA para a Política de Quadros, camarada Bento Bento (foto), reiterou que o Partido nunca defendeu a prática da corrupção e exortou todos os seus militantes a distanciarem-se desse fenómeno negativo, que corrói toda a sociedade.

Aquele dirigente encerrava, recentemente, em Luanda, o 1.º Curso de Formação de Formadores do Partido, referente ao ano de 2018, sob o lema “MPLA e os desafios do combate à corrupção”, que, durante três dias, juntou 200 dirigentes, responsáveis e quadros, provenientes de todas as províncias de Angola.

Temas como o cuidado a ter com as finanças públicas, os desafios das próximas Eleições Autárquicas, a linha político-ideológica do MPLA e o posicionamento do Partido perante as redes sociais animaram a formação.

No seu Programa de Governo, para o período 2017/2022, o MPLA compromete-se a aprofundar o quadro jurídico de responsabilização, tanto de natureza penal como civil e reintegrativa e, ainda, tomar as medidas disciplinares necessárias, de modo a desincentivar, perseguir e punir os actos de corrupção, que lesem o Estado e os superiores interesses do País.

Através dos mecanismos de Estado, o MPLA compromete-se, ainda, a criar, na Procuradoria-Geral da República, um corpo especializado, dotado de formação específica e meios legais, técnicos e humanos de combate ao crime económico e à corrupção.

/MF/AB

Veja todas as notícias