HUÍLA: VP do MPLA descreve perfil do candidato à direcção do CAP

Capacidade de diálogo e defesa da unidade nacional entre os requisitos.

PortalMPLA, 12 ABRIL 19 (6ª FEIRA) – A vice-presidente do MPLA, camarada Luísa Damião, declarou, nesta 6ª feira (12), na cidade do Lubango, que uma particular atenção deve ser prestada, no período de preparação e renovação de mandatos nas organizações de base do Partido, ao perfil dos candidatos a primeiro-secretário do CAP e a integrar a respectiva direcção.

(Nas fotos, momentos da jornada político-partidária da VP do MPLA, nesta 6ª feira, 12, com os militantes do município da Humpata).

Dentre os vários requisitos que o candidato deve possuir, Luísa Damião, que abriu hoje, na capital huilana, o processo das assembleias de balanço e renovação de mandatos ao nível das organizações de base do MPLA, enumerou 12 itens, para que cada um possa concorrer em igualdade de circunstâncias.

Deste modo, o MPLA pretende que o militante e candidato à direcção das suas organizações de base tenha capacidade de diálogo e comunicação com a população, seja elegível nos termos da lei, possua boa conduta social e domine os métodos, os procedimentos e os processos de direcção e liderança.

Igualmente, que conheça a realidade do bairro, aldeia ou povoação, os anseios e os desejos dos munícipes, que não tenha sido interditado ou inabilitado por sentença transitada em julgado, que aceite e apoie o programa de governação autárquica do MPLA para a respectiva circunscrição e que conheça a Constituição da República nos seus traços mais gerais.

Ainda, que seja militante do MPLA no pleno gozo dos seus direitos políticos e civis, que defenda a unidade nacional, que conheça o Programa e os Estatutos do Partido e que tenha as quotas e as contribuições em dia.

De recordar que a vice-presidente do MPLA está a trabalhar desde a manhã de quinta-feira, 11, onde, durante três dias, à frente do Secretariado do Bureau Político, está a analisar o estado de organização e funcionamento das estruturas locais do Partido e avalia a implementação do Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) para o período 2018/2022.

/www.mpla.ao

/AB

/Fotos:DG

Veja todas as notícias