ISM: OMA defende mais mulheres em processos participativos

A secretária-geral adjunta, camarada Isabel Malunga, na foto à esquerda, participou (21-22/11), em Espanha, em reunião da Internacional Socialista das Mulheres.

 

Luanda, 01 DEZEMBRO 17 (6ª FEIRA) - A secretária-geral adjunta da OMA, organização feminina do MPLA, camarada Isabel Malunga, na foto à esquerda, participou, nos dias 21 e 22 de Novembro último, na cidade de Barcelona, Espanha, numa Reunião da Internacional Socialista das Mulheres (ISM), que decorreu sob o lema “democracia em crise, aumento do populismo”.

Dentre os assuntos discutidos, a OMA destacou a necessidade de se continuar a promover a participação das mulheres na tomada de decisões, ao defender que a democracia e a igualdade de género são interligadas e que se reforçam mutuamente, advogando que a governação democrática não pode ser totalmente alcançada sem a plena participação e a inclusão das mulheres.

Nas palavras de Isabel Malunga, no continente africano, nomeadamente na sua região austral, é necessário que haja mais mulheres eleitas, que participem em acções de votação e que estejam mais envolvidas em processos participativos, em geral e bem representadas nas administrações públicas.

A Organização da Mulher Angolana é membro de pleno direito da ISM e nesta agremiação supranacional exerce o cargo de vice-presidente para a África Austral.

PortalMPLA/HT/AB 

Veja todas as notícias