Luanda (06): OMA abre ciclo de palestras sobre saúde na comunidade

A secretária do Departamento de Informação, Propaganda e Novas Tecnologias, camarada Luísa Damião, na foto, exortou, terça-feira (04), em Luanda, à humanização real nos serviços médicos.


Luanda, 06 NOVEMBRO 14 (5ª FEIRA) - A secretária do Departamento de Informação, Propaganda e Novas Tecnologias do Comité Nacional da OMA, camarada Luísa Damião, exortou, terça-feira (04), em Luanda, os profissionais de saúde para fazerem da humanização nos serviços médicos uma realidade em toda Angola.

Aquela dirigente fez o apelo na abertura de um ciclo de palestras sobre a saúde na comunidade, que se estenderá até ao dia 31 de Novembro corrente, no âmbito das festividades do 39º aniversário da proclamação da Independência Nacional de Angola, a assinalar-se no próximo dia 11.

Na ocasião, Luísa Damião sublinhou que esse projecto representa uma plataforma de grandes expectativas, na luta pela diminuição dos índices de mortalidade em Angola, com a promoção de campanhas de sensibilização, de prevenção e de divulgação de valores, para que os cidadãos tenham comportamentos ajustáveis e cultivem boas práticas, no seio das suas famílias e de toda a sociedade.

Segundo revelou, a OMA tem acompanhado, com muita atenção, a implementação do plano de revitalização dos serviços municipais de saúde, que está a ajudar a melhorar o estado sanitário dos angolanos e, em particular, a acelerar a redução da mortalidade materno-infantil, com o melhoramento da qualidade dos serviços.

Na mesma senda, anunciou que a organização feminina do MPLA, como instituição social defensora da vida, agendou a realização de campanhas de educação e sensibilização em todo o país, para levar as mulheres e as famílias a compreenderem a importância das acções de prevenção, no combate às doenças e à morte precoce.

(Na foto, a secretária do Departamento de Informação, Propaganda e Novas Tecnologias do Comité Nacional da OMA, camarada Luísa Damião).

PortalMPLA/RF/AB

Veja todas as notícias