LUANDA: MPLA denuncia campanha caluniosa contra dirigentes

O Secretariado da Comissão Executiva do CPP emitiu, sábado (01), nota de repúdio.

 

PortalMPLA, 04 SETEMBRO 18 (3ª FEIRA) – Nos últimos tempos, têm sido veiculados, nas redes sociais, textos atentatórios ao bom-nome, à honra e à dignidade de dirigentes e responsáveis do MPLA em Luanda e que exerceram ou exercem funções no Governo da província.

A propósito, o Secretariado da Comissão Executiva do Comité Provincial de Luanda do MPLA emitiu, sábado (01), a seguinte nota de repúdio:

“O Secretariado da Comissão Executiva do Comité Provincial de Luanda do MPLA constatou que, nos últimos tempos, têm sido veiculados, nas redes sociais e não só, textos, escritos por indivíduos supostamente anónimos, atentatórios ao bom-nome, à honra e à dignidade de dirigentes e responsáveis do CPP e que ocupam, igualmente, funções no Governo Provincial.

Neste contexto, esteve reunido, na manhã sábado, um de Setembro, o Secretariado da Comissão Executiva do Comité Provincial, para apreciação da situação política, económica e social actual, tendo-se debruçado, também, sobre esta onda de intrigas e calúnias, que estão a ser urdidas a poucos dias da realização de um grande e importantíssimo evento nacional, que é o VI CONGRESSO EXTRAORDINÁRIO DO PARTIDO, tentando minar a unidade e a coesão interna do MPLA na província de Luanda.

Assim, o Secretariado da Comissão Executiva do Comité Provincial, deliberou o seguinte:

1. Demarcar-se desta vil campanha e manifestar o seu veemente repúdio contra todas as acções e tentativas que visam criar instabilidade, nesta fase importante de mudança na Direcção do MPLA;

2. Manifestar a sua solidariedade e apoio aos citados e ofendidos, em particular o camarada Adriano Mendes de Carvalho, membro do Comité Central e primeiro-secretário do Comité Provincial de Luanda do MPLA;      

3. Manifestar, igualmente, a sua total solidariedade, respeito e gratidão aos camaradas Bento Bento e Higino Carneiro, pelo empenho, dedicação e abnegação que demonstraram, enquanto dirigentes na província de Luanda;

4. Apelar os militantes, simpatizantes e amigos do MPLA, da OMA e da JMPLA na província de Luanda a estarem atentos e vigilantes e a denunciarem todas as manobras atentatórias que tendem a dividir-nos;

5. Dar conhecimento, ao Secretariado do Bureau Político, das decisões tomadas e reitera o seu total engajamento na mobilização dos militantes, simpatizantes e amigos do MPLA, da OMA e da JMPLA, em continuar a realizar acções políticas e culturais e reafirmar que estamos unidos em torno da realização do VI CONGRESSO EXTRAORDINÁRIO e da eleição do Camarada João Manuel Gonçalves Lourenço, a Presidente do Partido.

Feito em Luanda, aos 01 de Setembro de 2018.

O Secretariado da Comissão Executiva do Comité Provincial de Luanda do MPLA”.  

/DIP CC

Veja todas as notícias