MARCOLINO MOCO: José Eduardo dos Santos é “merecedor de uma homenagem”

O político angolano disse, 3ª feira (08), em Luanda, que “só quem é maluco é que vai dizer que não se fez nada” em Angola.

Luanda, 10 AGOSTO 17 (5ª FEIRA) - “Só quem é maluco é que vai dizer que não se fez nada”, declarou, terça-feira (09), em Luanda, o político angolano Marcolino Moco, que, nos últimos anos, posicionou-se como um dos críticos acérrimos à governação do MPLA e do Camarada Presidente José Eduardo dos Santos.

Em entrevista à televisão privada angolana TV Zimbo, Marcolino Moco considerou o Presidente José Eduardo dos Santos “merecedor de uma homenagem”, pelo que fez e tem feito por Angola, pelos angolanos e pelos povos de países vizinhos.

“Se merece ser homenageado? Sem a menor dúvida, que sim. Temos que fazer as contas da totalidade do trabalho do Presidente, que é altamente positivo”, assinalou, tendo considerado loucura afirmar que, ao longo dos anos, não se fez nada em Angola: “Só quem é maluco é que vai dizer que não se fez nada”.

Sobre o papel do Presidente José Eduardo dos Santos, Marcolino Moco reconheceu que soube cumprir a sua missão: “O Presidente José Eduardo dos Santos, substituindo uma figura de proa como Agostinho Neto, conseguiu concretizar os objectivos subliminares de Neto, que eram a pacificação interna, sem renunciar o apoio àqueles que combatiam pela sua libertação na África Austral, na Namíbia, África do Sul e Zimbabwe. Além disso, tem jogado um papel diplomático proeminente junto dos países vizinhos”.

Marcolino Moco, de 64 anos de idade, já foi secretário-geral do MPLA, primeiro-ministro do Governo angolano, de 1992 a 1996, secretário-executivo da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), de 1996 a 2000 e deputado à Assembleia Nacional, pelo Partido do Coração do povo angolano.

De notar que a UNITA e aqueles que a seguem têm utilizado o palavreado do “não se fez nada em Angola”, mesmo após a conquista da paz, em 2002, pelo que, neste caso, cabem muito bem as palavras de Marcolino Moco: malucos.

PortalMPLA/AB

Veja todas as notícias