MPLA estimula empregos de baixa e média qualificação em Angola

O Bureau Político defendeu, 3ª feira (01), a ampliação de fontes de recursos locais, para o desenvolvimento comunitário.

Portal MPLA, 02 MAIO 18 (4ª FEIRA) – O MPLA encorajou, terça-feira (01), o Governo angolano e todos os agentes económicos de Angola a participarem activamente na dinamização de actividades socioeconómicas a nível local, que sejam fomentadoras de projectos geradores de emprego de baixa e média qualificação.

Na sua declaração, sobre o Dia Internacional do Trabalhador, o Bureau Político do MPLA escreveu que o actual momento de transição, para a implementação das autarquias locais no País, exige que isso seja feito, também, para que seja possível ampliar as fontes de recursos locais, para o desenvolvimento comunitário que se impõe.

Ainda segundo o documento, “no âmbito do cumprimento do seu Programa de Governo, para o período 2017/2022, o MPLA continuará a desenvolver esforços, para garantir a promoção do emprego produtivo, remunerador e socialmente útil, com o objectivo de criar, no mínimo, quinhentos mil novos postos de trabalho, nos sectores público e privado e combatendo o desemprego de longa duração de adultos, em particular dos cidadãos activos mais vulneráveis”.

Ainda neste quadro, como refere a declaração do Bureau Político, “o MPLA defende o desenvolvimento contínuo de um sistema de informação nacional sobre o mercado de trabalho e oferta do primeiro emprego, de forma a promover o nível de empregabilidade da juventude, apoiando, assim, a sua transição adequada dos sistemas de ensino para a vida laboral activa”.

/AB

Veja todas as notícias