Mensagem de condolências do SBP do MPLA pelo falecimento do Camarada Jaime de Sousa Araújo

O Secretariado do Bureau Político ressalta, nesta 2ª feira (08), “o prestimoso espírito cívico e patriótico de Jaime de Sousa Araújo que deixou a sua marca na criação de movimentos e organizações nacionalistas”.

PortalMPLA, 09 DEZEMBRO 19 ( SEGUNDA-FEIRA)- Foi com profunda dor e consternação que o Secretariado do Bureau Político do MPLA tomou conhecimento do falecimento do seu militante e referência histórica da luta de libertação de Angola, o Camarada JAIME DE SOUSA ARAÚJO, ocorrido neste domingo, dia 08, em Portugal, por doença.

Jaime de Sousa Araújo nasceu a 14 de Outubro de 1920, em Caxito, diplomou-se em enfermagem no Hospital Dona Maria Pia e em jornalismo, em Luanda, tendo frequentado a Universidade Clássica de Lisboa e a Universidade de Coimbra.

Funcionário público e empresário destacou-se no período colonial como cidadão activo na luta pelos ideais de liberdade, nomeadamente na Liga Nacional Africana, da qual foi membro fundador, o que lhe valeu duas detenções pela PIDE-DGS, uma entre 31 de Dezembro de 1960 e Fevereiro de 1965, sob a acusação de ser o mentor da organização feminina de Angola com vista a formação política da mulher africana, e outra em 1971, sob a acusação de desenvolver acções subversivas.

Falecido aos 99 anos, Jaime de Sousa Araújo teve participação activa em muitos jornais na época da efervescência do jornalismo angolano no período colonial, como o Farolim que editou e administrou em conjunto com Aníbal de Melo e Mário de Alcântara, bem como a revista Angola, da Liga Nacional Africana.

A Direcção do MPLA ressalta o prestimoso espírito cívico e patriótico de Jaime de Sousa Araújo que deixou a sua marca na criação de movimentos e organizações nacionalistas, como a FULA (Frente Unida de Libertação de Angola) e FACEL (Federação das Associações Cívicas do Espaço Lusófono).

 Nesta hora de dor e consternação, o Secretariado do Bureau Político do MPLA curva-se diante da sua memória e, em nome dos militantes, simpatizantes e amigos do Partido, endereça à família enlutada as suas mais sentidas condolências.

MPLA – MELHORAR O QUE ESTÁ BEM, CORRIGIR O QUE ESTÁ MAL

PAZ , TRABALHO E LIBERDADE

A LUTA CONTINUA

A VITÓRIA É CERTA.

Luanda, 09 de Dezembro de 2019.

O SECRETARIADO DO BUREAU POLÍTICO DO MPLA"

/DIP CC

/www.mpla.ao

Veja todas as notícias