OPINIÃO: Porto do Caio potencial contra o desemprego – Moisés Pedro

O empreendimento vai gerar capacidades para até 30 mil postos de trabalho.

 

Luanda, 18 ABRIL 17 (3ª FEIRA) - O projecto de construção do Porto de águas profundas do Caio, na província de Cabinda, vai garantir mil e 600 postos de trabalho directos, gerando um potencial de até 30 mil empregos indirectos.

Com a implementação deste gigantesco empreendimento, o Governo angolano prevê reduzir, para 16 por cento, a taxa de desemprego nessa província mais ao norte de Angola, donde a prioridade de empregabilidade recai sobre a juventude.

O projecto, um catalisador do desenvolvimento económico nacional, vai gerar receitas significativas para o País e, muito particularmente, para a própria província de Cabinda.

Isso mesmo é confirmado pelo candidato do MPLA a Presidente da República de Angola, Camarada João Lourenço, quando diz que este novo empreendimento vai competir com a indústria petrolífera, na captação de receitas para o País e na resolução do problema do desemprego.

PortalMPLA/MP/JN/AB

Veja todas as notícias