PACAVIRA: Condolências da OMA, organização feminina do MPLA

“Personalidade de nobres atitudes” – 13.09.16.

 

Luanda, 15 SETEMBRO 16 (5ª FEIRA) – “Foi com profunda dor e consternação que o Secretariado Executivo Nacional da OMA tomou conhecimento do passamento físico do nacionalista e deputado à Assembleia Nacional, Manuel Pedro Pacavira.

Ingressou nas fileiras do MPLA no momento da sua fundação, em 1956, coordenou vários grupos de patriotas dos mais diversos estratos sociais e integrou a primeira Comissão Directiva do Movimento Popular de Libertação de Angola, então coordenada pelo Presidente Agostinho Neto, o Fundador da Nação Angolana.

Personalidade de nobres atitudes, Manuel Pedro Pacavira destacou-se pela fidelidade aos princípios do Partido e pela firmeza das suas convicções. Será sempre recordado como um nacionalista, incansável servidor da Pátria e intrépido lutador pelo fortalecimento da unidade e coesão da Pátria.

Com a morte prematura do camarada Manuel Pedro Pacavira, Angola perde um dos seus melhores filhos. Um escritor por excelência, sempre disposto a transmitir os seus conhecimentos aos seus leitores.

Suscitou admiração e o respeito, especialmente daqueles que tiveram o privilégio de o conhecer, pelas suas invulgares capacidades intelectuais e humanas e pelo seu extraordinário dinamismo.

Nesta hora de profunda comoção, as mulheres angolanas, de Cabinda ao Cunene, manifestam a sua tristeza pelo trágico e infausto acontecimento, que deixa um vazio no seio do MPLA e da Nação Angolana.

O Secretariado Executivo Nacional da OMA, em nome das militantes, simpatizantes e amigas da Organização endereça à família enlutada as suas mais sentidas condolências, pelo infausto acontecimento.

Secretariado Executivo Nacional da OMA, em Luanda, aos 13 de Setembro de 2016.

A secretária-geral da OMA, Luzia Inglês Van-Dúnem “Inga”, membro do Bureau Polítco do MPLA”.

PortalMPLA/RF/AB

Veja todas as notícias