PACAVIRA: Pesar nos quatro cantos do Mundo

Mensagens de condolências chegadas, até esta 2ª feira (19), ao PortalMPLA.

 

Luanda, 19 SETEMBRO 16 (2ª FEIRA) – A morte do camarada Manuel Pedro Pacavira, dirigente histórico do MPLA, membro do Comité Central do Partido e deputado à Assembleia Nacional de Angola, ocorrida a 12 de Setembro corrente, por doença, aos 77 anos de idade, provocou grande comoção nos quatro cantos do Mundo.

À Redacção do PortalMPLA chegaram várias mensagens de condolências, oportunamente publicadas nesta e noutras plataformas virtuais, expressando dor generalizada, pela perda desse nacionalista angolano e africanista convicto, que integrou-se no Movimento Popular de Libertação de Angola, em 10 de Dezembro de 1956, precisamente no momento da sua fundação, em Luanda.

Hoje, o PortalMPLA acusa a recepção das mensagens das seguintes entidades: Liga Angolana dos Ex-Presos Políticos (LIANGEXPO), embaixadas de Angola na Áustria, na China e no Vietname, Missão Permanente de Angola junto das Nações Unidas e de outras organizações Internacionais em Viena.

Igualmente as dos comités do MPLA das comunidades angolanas na Argélia, nos Benelux (Bélgica e Luxemburgo), na Holanda e na Suécia. Os restos mortais do ilustre dirigente foram a enterrar, sexta-feira (16), no Cemitério Alto das Cruzes, em Luanda, na presença do Chefe de Estado angolano, Camarada José Eduardo dos Santos.

PortalMPLA/AB

Veja todas as notícias