Povo angolano reprova atitudes antipatrióticas dos vende-pátrias

A UNITA e os que lhe seguem têm assumido comportamentos que, em nada, contribuem para a preservação da paz, tão duramente alcançada em Angola.

 

Luanda, 20 OUTUBRO 15 (3ª FEIRA) - As demostrações de apoio popular, em todo o país, à mensagem do Camarada Presidente José Eduardo dos Santos, sobre O Estado da Nação 2015, transmitida na última quinta-feira (15), na Assembleia Nacional, contêm elementos que realçam a necessidade de se preservar a paz em Angola.

A má postura de sectores, que não querem o bem de Angola e do seu povo, claramente identificados com a UNITA e com a sua ala desdobrada CASA-CE, foram reprovadas pelo povo angolano, de Cabinda ao Cunene, nas marchas de apoio à mensagem do mais alto mandatário da Nação.

A mensagem demonstra a prontidão permanente do Governo do MPLA e do Titular do Poder Executivo e Chefe de Estado de defender, com todas as suas forças, o melhor para Angola e para os angolanos.

As correntes acima referenciadas têm assumido comportamentos que, em nada, contribuem para a paz, tão duramente alcançada.

A UNITA e aqueles que lhe seguem estão, como sempre, a ser manipulados por forças estrangeiras e, claro está, perdem espaço em Angola, por falta de patriotismo.

O povo angolano não quer voltar ao colonialismo ou a outra qualquer forma de exploração do homem pelo homem. Angola e o seu povo, sob a liderança clarividente do Camarada Presidente José Eduardo dos Santos, vencerão a todas as tentativas de denegrimento da sua imagem, particularmente neste momento, em que o Mundo inteiro debate-se com uma crise de preços.

O quadro actual financeiro-cambial menos bom que o país enfrenta é aproveitado pelo antipatriotismo da UNITA e daqueles que lhe seguem para confundirem o povo angolano, com injúrias da pior espécie, na tentativa de o afastarem do seu verdadeiro ideal: a paz, a unidade nacional, a liberdade, a democracia, a justiça, o progresso social e a solidariedade.

PortalMPLA/DM/AB

Veja todas as notícias