PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO: “Será preciso apostar na desconcentração”

In discurso de investidura, de 26 Setembro de 2017, em Luanda.

 

Luanda, 17 NOVEMBRO 17 (6ª FEIRA) – “No que respeita ao poder local, Angola tem uma grande extensão territorial e os problemas das pessoas, das famílias, das comunidades e empresas não podem ficar, apenas, à espera de decisões que são tomadas na capital, muitas vezes descurando as especificidades de cada região.

Vamos, por isso, no decurso deste mandato, proceder à implantação progressiva das autarquias, reforçando e aprofundando, assim, a autonomia e o controlo local sobre a execução de políticas públicas.

Será preciso apostar na desconcentração administrativa e financeira, alargando progressivamente as competências das administrações municipais e comunais, iniciando assim a desejada transferência de competências para órgãos eleitos mais próximos dos cidadãos, para promover o desenvolvimento comunitário e local.

Neste contexto, não nos podemos esquecer das autoridades tradicionais, enquanto representantes das comunidades rurais e fiéis depositários da nossa história, da nossa cultura e das nossas tradições”.

PortalMPLA/Sede Nacional do Partido

Veja todas as notícias