UÍGE: MPLA defende capacitação das autoridades tradicionais sobre autarquias

Camarada Inocêncio Dombolo (foto) fez o balanço da jornada do Grupo de Acompanhamento, nesta 2ª Feira,04, em Luanda.

PortalMPLA, 05 JUNHO 18 (3ª- FEIRA) – O Secretário do Bureau Político para a Organização e Inserção na Sociedade, e deputado à Assembleia Nacional, camarada Inocêncio Dombolo, na foto, defendeu, nesta segunda-feira,04, em Luanda, que o processo de formação política sobre as autarquias deve abranger as autoridades tradicionais, por serem as entidades que estão em permanente contacto com as bases.

O dirigente sustentou esta orientação, quando fazia o balanço do trabalho realizado pelo Grupo de Acompanhamento da bancada parlamentar do MPLA à província do Uige, que, segundo ele, foi realizado à volta das autarquias e com resultados positivos.

“Procuramos ser mais minuciosos possíveis nos esclarecimentos aos militantes e população sobre o processo de implantação das autarquias, particularmente sobre a questão que tem a ver com o gradualismo”, esclareceu.

Segundo Dombolo, além de encontros com responsáveis do Partido nos municípios, foram realizadas igualmente assembleias com militantes, simpatizantes e autoridades tradicionais, onde foi detalhado o pensamento desta formação política sobre as autarquias locais.

Disse ainda que, paralelamente à problemática das autarquias, os deputados mantiveram contactos com os programas e projectos que estão a ser executados na província pelas administrações municipais, estando alguns deles paralisados, devido à actual conjuntura financeira que o país atravessa.

Contudo, assegurou que muitos desses projectos paralisados poderão retomar o ritmo da sua execução, fruto da estabilidade financeira a ser imprimida pelo Executivo.

Integraram a delegação que trabalhou nos 16 municípios, os deputados Inocêncio Dombolo, Idalina Valente, Victor Kajibanga, Pedro Diavova, Vunda Salukombo, Nazaré dos Anjos e Pedro Conga.

/MF/JC

Veja todas as notícias