VP do MPLA concede audiência a delegação sueca

PortaMPLA. 20 AGOSTO 19 (3ª FEIRA) – A Vice-Presidente do MPLA, Camarada Luísa Pedro Damião, recebeu, esta manhã (20), em audiência, uma delegação do Partido Social Democrata da Suécia, com quem abordou questões relativas ao reforço da cooperação entre as duas formações políticas.

A Camarada Luísa Damião, que recebeu os suecos na sede nacional do Partido, em Luanda, convidou, por intermedio destes, os empresários suecos a investirem em Angola, referindo-se que para o seu desenvolvimento o país está aberto a cooperação internacional.

O Secretário para Relações Internacionais do Partido Social Democrata da Suécia, Camarada Johan Hassel, chefe da delegação, manifestou disponibilidade total deste partido apoiar o MPLA, sobretudo, na formação sobre as autarquias locais, a serem implementadas em 2020, pela primeira vez em Angola e que o MPLA pretende vencer na maioria dos municípios.

O dialogo bilateral privilegiou o reforço da cooperação entre os dois partidos e a troca de experiências nos vários domínios, nomeadamente, ligados as questões sociais, de políticas de género, da luta pela igualdade social, a violência doméstica e ao incentivo as políticas contra a corrupção, nepotismo, bajulação e a impunidade.

De seguida, os dois partidos mantiveram um encontro, com uma agenda da qual ressaltaram questões, ligadas ao contributo que este partido europeu pode brindar com vista ao empoderamento dos quadros e funcionários do MPLA, para o processo de implementação do poder local autónomo, no quadro da descentralização administrativa.

No final do encontro, o camarada John Hassel disse a imprensa que a audiência com a Vice-Presidente do MPLA permitiu a troca de informações entre os dois partidos.

O visitante, que chegou segunda-feira ao país, enalteceu o facto de Angola realizar eleições autárquicas em 2020 e de estar em franco desenvolvimento, com a criação de instituições fortes, tendo elogiado a luta contra a corrupção, bem como as políticas para melhorar o nível de vida dos cidadãos.

Para o sueco, o Presidente de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço, está com uma boa agenda de governação. Falando da cooperação entre os dois países, o camarada John Hassel afirmou ser necessário criar condições para se elevar o nível de cooperação, particularmente, na área do ambiente, da saúde e nos outros sectores que o governo achar necessário e que possam concorrer para o desenvolvimento do país.

As relações excelentes de cooperação entre os dois Partidos datam desde a criação do MPLA, como Movimento Popular de Libertação de Angola, em 1956.

/LN/CF

/www.mpla.ao

Veja todas as notícias