VP DO MPLA: Intervenção no encontro com os veteranos da luta pela Independência e a nova geração

PortalMPLA, 15 de NOVEMBRO 19, (SEXTA-FEIRA) - ÍNTEGRA DA INTERVENÇÃO DA CAMARADA LUÍSA DAMIÃO, VICE-PRESIDENTE DO MPLA NO ENCONTRO COM OS VETERANOS DA LUTA PELA INDEPENDÊNCIA E A NOVA GERAÇÃO.

EIS A DISSERTAÇÃO:

 Camarada Paulo Pombolo, Secretário Geral do MPLA;

Camaradas Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria;

Camaradas Membros do Secretariado do Bureau Político do MPLA;

Camarada Luther Rescova, 1º Secretário Provincial do MPLA e Governador Provincial; 

Boa tarde país.

É com muita emoção e sentido patriótico que nos juntamos e interagimos com os nossos heróis, neste local histórico, onde tudo aconteceu, onde a esperança de muita luta e sacrifício dos nossos combatentes e veteranos da Pátria se cruzaram, travando-se uma das grandes e célebres batalhas, que ficou registada como a Batalha do Kifangondo.

Marco histórico do Kifangondo, lugar carregado de muito simbolismo. Foi aqui onde se travou uma das mais decisivas batalhas para a conquista e proclamação da independência nacional.

Mesmo com a desproporcionalidade de forças e material bélico, o MPLA através dos seus bravos combatentes levou de vencido o inimigo. É a pensar neste sentido sacrifício de gerações que nos antecederam e que estão aqui bem representadas, que viemos hoje prestar uma sentida e profunda homenagem aos antigos combatentes e veteranos da Pátria.

Queremos acima de tudo, valorizar a bravura dos nossos mais velhos, levantando, bem alto o facho da revolução que triunfou.

É a pensar nos ideais e aspirações daqueles que nas cadeias, nos bairros arriscaram a vida e consentiram todo tipo de sacrifícios e vicissitudes para que tivéssemos um hino e uma bandeira e a liberdade de sonhar com um país livre e sendo nós próprios, os promotores de um novo dia e donos do nosso próprio destino.

Este encontro aqui, na presença dos nossos mais velhos em memória daqueles que partiram traduz bem a necessidade de tudo fazermos para a coesão e unidade do nosso Partido que esteve sempre presente desde o início da luta que teve a expressão mais alta com a proclamação da independência nacional no dia 11 de Novembro de 1975, sob a liderança do saudoso Presidente António Agostinho Neto.

44 anos depois, nos reunimos neste espaço num clima de paz e plena harmonia, reconciliados uns com os outros, com a circulação de pessoas e bens em todo o território nacional, com o desafio de melhorar o que está bem, corrigir o que está mal.

Caros Camaradas,

Como disse o Camarada Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço “Os antigos combatentes se bateram por uma Angola livre e independente, onde os angolanos pudessem ver os seus sonhos realizados, o que só se vem tornando possível neste ambiente de paz que se vive há relativamente poucos anos”.

Com honra e glória aos nossos heróis, curvamo-nos sempre com respeito e sentido de reconhecimento de tudo que fizeram e representam para a Nação Angolana.

Que as novas gerações sejam ensinadas sobre o significado da nossa independência e o que custou o sacrifício dos nossos antigos combatentes e veteranos da Pátria.

VIVA O MPLA!

VIVA O CAMARADA PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO!

VIVA OS ANTIGOS COMBATENTES E VETERANOS DA PÁTRIA!

DE CABINDA AO CUNENE,

UM SÓ POVO.

UMA SÓ NAÇÂO.

A LUTA  CONTINUA!

E A VITÓRIA É CERTA!

Muito obrigada.

/www.mpla.ao

Veja todas as notícias